Bordados de Tibaldinho




Tibaldinho, evoca uma das artes mais tradicionais e características da Beira: o Bordado de Tibaldinho.

Trata-se de uma arte secular. Perde-se na bruma do tempo a tradição deste bordado, embora ainda só tenha sido possível identificar exemplares que remontam aos princípios do século XIX (1810-1830).

Porquê Tibaldinho – Segundo António Teixeira de Sousa, terá surgido na casa de Santa Eufémia também referenciada como “Casa de Tibaldinho”.

O saber bordar deu origem a uma nova atividade: bordadeira. Há mais de cento e cinquenta anos que as mulheres de Tibaldinho e de outros lugares da freguesia de Alcafache romperam o círculo fechado de uma magra economia de subsistência, passando a contribuir, com dinheiro obtido com a venda dos bordados, para o sustento familiar. A importância que o bordado tinha na economia familiar é-nos dada pela lenda de que em Tibaldinho “até os homens bordavam”. Estes limitavam-se a facilitar a vida às mulheres para que estas pudessem bordar mais.

Atualmente as bordadeiras executam bordados por encomenda e a gosto do cliente. Este bordado constitui um caso especial entre os bordados tradicionais portugueses e mais do que uma imagem, um conjunto de pontos e motivos constitui uma atividade a que corresponde um produto, único, pelo seu valor patrimonial e simbólico.


Artesãos

Cidália Ferreira Lopes Rodrigues

Rua Principal, nº20 - Tibaldinho; 3530-027 Alcafache; Tel: 232 610 344; Tlm: 963 885 043


Luísa Maria Gomes Mendes Santos

Rua da Soenga, n.º 3 - Tibaldinho; 3530-027 Alcafache; Tel: 232 610 658; Tlm: 964 195 296


Lídia Marisa Morais Rodrigues

Rua da Alegria 1-A - Tibaldinho; 3530-027 Alcafache; Tlm: 965 061 704


Isaura Maria Gouveia Pais de Figueiredo

Rua Mestre de Avis, Lote 11-2º Esq. - Mangualde; 3530-297 Mangualde; Tlm: 964 485 290


www.bordadodetibaldinho.pt

Ver vídeo